• O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
    • 55 11 3562-3404
    • 55 11 9 8500-7022

Ultimas Noticias

Acréscimo de 25% na ...
aposentadoriainvalidez
A lei 8213/91, prevê em seu artigo 45, que o ...
Leia Mais
Malversação do dinheiro ...
jabotinaarvore
Se o Brasil fosse uma árvore, veríamos muitos ...
Leia Mais
INSS abre concurso para 950 ...
Concurso do INSS 2016 300x200
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) abriu concurso ...
Leia Mais
Alguém precisa se sacrificar ...
democracia
Democracia, segundo o dicionário Michaellis: ...
Leia Mais

Informativo E-Previd

Receba nossas novidades por e-mail

democracia

Democracia, segundo o dicionário Michaellis: "de.mo.cra.ci.a sf (gr demokratía) 1 Governo do povo, sistema em que cada cidadão participa do governo; democratismo. 2 A influência do povo no governo de um Estado. 3 A política ou a doutrina democrática. 4 O povo, as classes populares.

Nós vivemos a democracia representativa, em que o povo é chamado a cada quatro anos a participar do processo eleitoral para eleger seus representantes. No mais, pode-se participar pelas redes sociais, enviando e-mails aos deputados, senadores e afins, filiando-se a alguma entidade de classe ou, ainda, a algum instituto, ONG etc que possa representar você nessa ingrata tarefa de controlar o incontrolável, qual seja, a política e seus políticos em exercício.

Nos últimos anos, temos vivenciado a crescente descrença popular em seus representantes, não sem motivo, que deixemos claro. No entanto, isso consubstancia-se perigoso caminho para a democracia ou, talvez, salutar nesga de luz para que os ventos das mudanças possam oxigenar toda a máquina.


Diante desse quadro e, das atuais notícias veiculadas a todo instante, vivemos o fantasma do empeachment. É chegada a hora de nos posicionarmos pelo país, exercendo a cidadania propositiva, participativa e fundamentada, sempre aberta à novas circunstâncias é verdade, mas calcada na legitimidade do povo frente ao Estado, já que este, fora criado por e para o povo, sempre bom relembrarmos.


Então, vamos juntos pensar sobre esses fatos. Dilma, acredito pessoalmente, que não seja a mentora intelectual de todo o sistema de corrupção e da malfadada política econômica desse desgoverno petista. No entanto, contra NÚMEROS e contra a REALIDADE NÃO HÁ ARGUMENTOS, vamos a alguns dados de todos já conhecidos:

  • 2 milhões de desempregados somente em SP
  • 10% de inflação
  • Projeção de crescimento negativo para 2016
  • Pedaladas fiscais
  • Obras inacabadas
  • Petrobras corrompida e transformada em símbolo de vergonhosa corrupção como o maior escândalo do mundo
  • Retirada de direitos fundamentais dos trabalhadores
  • Negociatas sem fim


Dentre inúmeros outros fatos expostos pelo próprio governo e pela imprensa em geral.


Diante dessa vergonhosa realidade e, por ver com distanciamento e clareza todos esses tristes fatos e por venerar a democracia é que afirmo com absoluta tranquilidade, somente afeta àqueles que trabalham honestamente e amam o que fazem, que é preciso quebrar a espinha dorsal desse sistema despótico que institucionaliza os privilégios, que desloca a elite, transformando os camaradas em elite disfarçada de defensora da igualdade e da justiça.


Somente quebrando a espinha desse cruel e despótico sistema é que conseguiremos nos livrar do atraso mental a que estamos sendo impingidos com discursos moralistas e com o apelo desesperado para a dualidade existencial.


O príncipe precisa cair para que sua nobreza seja retirada dos lugares de poder. É preciso um sacrifício dos mais democráticos que já vivi e que já ouvi. Os brasileiros merecem respeito, dignidade, ética e paz para seguir adiante na linda construção de uma nação democrática e prospera.


Quebraram mais do que o país, quebraram a esperança de uma política séria forte e voltada de fato para o brasileiro comum: eu, você, os trabalhadores guerreiros desse Brasil. A saída honrosa é sempre menos cruel para quem assiste essas cenas dantescas que temos visto todos os dias.


Destruíram o PT que muitos colegas e amigos que conheço ajudaram a construir. Destruíram isso mas não nossa vergonha e nosso desejo por dias melhores.
Sabemos que os políticos não tem nos representado adequadamente, mas aos poucos aprendemos essas lições e juntos vamos construindo outra história.

Carrinho

Carrinho vazio